Ensaio inspirado no poema 'Acreano', de Francis Mary.

"Nascido no ventre
da mata,
jogado como alimento
nas vísceras do dragão,
sente na pele a reação
acariciando o rosto magro
da sobrevivência."

VEJA +

Back to Top